As autoridades de segurança cibernética dos EUA expõem três espécies de malware norte-coreano.

Ontem, o governo dos EUA divulgou informações sobre três novas cepas de malware usadas por hackers norte-coreanos a serviço da Coreia do Norte. A divulgação ocorre no terceiro aniversário do surto relacionado ao ransomware WannaCry, pelo qual o país asiático foi acusado por ser o responsável.

De acordo com um comunicado conjunto divulgado pela Agência de Cibersegurança e Segurança de Infraestrutura (CISA), Federal Bureau of Investigation (FBI) e o Departamento de Defesa (DoD), as variantes de malware, apelidadas de COPPERHEDGE, TAINTEDSCRIBE e PEBBLEDASH, são capazes de reconhecimento remoto e exfiltração de dados confidenciais.

Costin Raiu, analista de malware do GReAT da Kaspersky, confirmou que as três linhagens de malware estavam ligadas a grupos de ameaças norte-coreanos conhecidos


ASSINE NOSSO BOLETIM
Concordo em informar meus dados pessoais para recebimento da newsletter.
Junte-se a mais de 8.000 visitantes que estão recebendo nossa newsletter sobre cibersegurança.
Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com mais ninguém.