Serviço de Segurança da Ucrânia anunciou a detenção do hacker mundialmente famoso Sanix.

Em 19 de maio, a polícia ucraniana prendeu um hacker que ganhou as manchetes em janeiro do ano passado ao publicar um banco de dados com cerca de 773 milhões de endereços de e-mail roubados e 21 milhões de senhas em texto simples.

O hacker, conhecido pelo pseudônimo Sanix, não teve sua real identidade revelada. Segundo comunicado do Serviço de Segurança da Ucrânia, ele é um residente da região de Ivano-Frankivsk.

Em janeiro do ano passado, o hacker tentou vender o banco de dados de 87GB em vários fóruns da darknet. Esses dados, ao serem comprados, costumam ser usados para invadir contas, chantagear e aplicar golpes.

Sanix, que também operava sob o apelido de Sanixer no Telegram, é responsável pela montagem inicial de várias séries de credenciais conhecidas como Colletion nº 1, nº 2, nº 3, nº 4, nº 5, Antipublic, dentre outros. Essas coleções representavam terabytes de dados e bilhões de combinações exclusivas de nome de usuário e senha.

Durante as buscas em sua residência, os policiais confiscaram equipamentos de informática, telefones com evidências de terem sido empregados em atividades ilegais e dinheiro: quase 190.000 hryvnias ucranianos (pouco mais de 6.500 euros) e mais de US $ 3.000.


ASSINE NOSSO BOLETIM
Concordo em informar meus dados pessoais para recebimento da newsletter.
Junte-se a mais de 8.000 visitantes que estão recebendo nossa newsletter sobre cibersegurança.
Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com mais ninguém.