O acusado foi denunciado pelo pelo Departamento de Justiça dos EUA.

O ex-vice-presidente de finanças de uma empresa de suprimentos médicos da Geórgia foi acusado de invadir os computadores da empresa para “sabotar” o envio de equipamentos de proteção individual no meio da crise da Covid-19.

Após ter sido demitido da empresa, Dobbins teria usado uma conta de usuário falsa, criada enquanto estava empregado. Por meio da conta, teria editado e excluído milhares de registros, interrompendo os processos de remessa da empresa.

O Departamento de Justiça dos EUA alega que Christopher Dobbins teria cometido invasão em 29 de março. Em 16 de abril, Dobbins foi preso e liberado sob fiança.

Mais informações no site do Departamento de Justiça dos EUA.


ASSINE NOSSO BOLETIM
Concordo em informar meus dados pessoais para recebimento da newsletter.
Junte-se a mais de 8.000 visitantes que estão recebendo nossa newsletter sobre cibersegurança.
Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com mais ninguém.