Segundo a Check Point, os ataques foram realizados por meio de e-mails spear phishing.

Pesquisadores de segurança da Check Point revelaram como um sofisticado grupo criminoso, apelidado de “The Florentine Banker”, aplicou um golpe de US$ 1,3 milhão por meio de um ataque de comprometimento de e-mail comercial (BEC) contra três empresas de private equity do Reino Unido e de Israel.

Ataques desse tipo são realizados a partir de e-mails de spear phishing, que são enviados para indivíduos ou grupo específico de indivíduos. As mensagens tratam sobre um assunto que seja do interesse ou tenha relação com o contexto da vítima.

Esses ataques podem ser evitados com a adoção de medidas técnicas e organizacionais, como soluções de segurança de e-mail e programas de conscientização dos usuários.

Mais informações sobre o incidente podem ser obtidas diretamente pelo site da Check Point Research.


ASSINE NOSSO BOLETIM
Concordo em informar meus dados pessoais para recebimento da newsletter.
Junte-se a mais de 8.000 visitantes que estão recebendo nossa newsletter sobre cibersegurança.
Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com mais ninguém.