Com o aumento da demanda por serviços de videoconferência, tais softwares passaram a ser alvos do crime.

Pesquisas recentes da Proofpoint e da Abnormal Security revelaram campanhas de engenharia social pedindo aos usuários para participar de uma reunião do Zoom ou corrigir uma vulnerabilidade de segurança do Cisco WebEx clicando em links maliciosos projetados para ter acesso a credenciais de login.

É preciso que as empresas e usuários tomem cuidados redobrados com os golpes de phishing, além de garantir que o software de videoconferência seja devidamente atualizado.


ASSINE NOSSO BOLETIM
Concordo em informar meus dados pessoais para recebimento da newsletter.
Junte-se a mais de 8.000 visitantes que estão recebendo nossa newsletter sobre cibersegurança.
Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com mais ninguém.